terça-feira, 29 de novembro de 2011

EXPOSIÇÃO "PROFISSÃO: DESENHISTA" EM ILHA SOLTEIRA

Convite da exposição
Press release
Em dezembro, acontece no Museu Nara Lúcia Nonato uma exposição de trabalhos de um veterano das histórias em quadrinhos, o paulistano Alexandre Nagado, residente em Ilha Solteira, na região noroeste do Estado de São Paulo.

Com 40 anos de idade e 23 de profissão, já publicou centenas de trabalhos em diversas empresas, editoras e órgãos governamentais. Os painéis da exposição terão comentários sobre bastidores, materiais utilizados e várias amostras de rascunhos feitos antes da finalização, sendo a maioria de trabalhos publicados sob encomenda. Será uma exposição didática, inédita na cidade. 

Especializado no uso de quadrinhos para fins educativos e de comunicação interna, é autor do mini-gibi institucional Acontece na Cultura, projeto que usa os quadrinhos para divulgar a intensa agitação cultural de Ilha Solteira. A publicação terá lançamento oficial na inauguração da exposição, que é parte da Virada Cultural Paulista. Confira aqui a versão para leitura on-line:


Open publication - Free publishing - More cultura

Exposição – Profissão: Desenhista

Data: 10 a 15 de dezembro de 2011
Local: Museu e Sala de Convenções "Nara Lúcia Nonato" 
Endereço: Praça dos Paiaguás, Centro - Ilha Solteira/ SP
Abertura: 9 de dezembro (sexta), às 20h00
Entrada franca

Cursos 24 Horas

Cursos Online

Cursos Online

sábado, 26 de novembro de 2011

INCENTIVANDO A LEITURA - FAÇA SUA PARTE

Um dos grandes desafios de pais e educadores é incentivar a leitura, o melhor caminho para o conhecimento, o espírito crítico e a capacidade de abstração e raciocínio. Num país onde o analfabetismo tem níveis preocupantes e o analfabetismo funcional é absurdo, toda iniciativa para valorizar e incentivar o hábito da leitura é válido. Circula no Twitter uma campanha bem interessante que conclama as pessoas que leem a incentivarem o hábito em outras pessoas.

Existe até um vídeo-manifesto ("Só a leitura salva") que divulga essa ideia:







A única ressalva que faço em relação ao vídeo é que não concordo muito com ler trechos de obras em voz alta e em público, pois acho meio invasivo. Mas a intenção é nobre e merece ser divulgada. Em grupos pequenos de colegas (ou parentes, vizinhos...), pode ter bons resultados e, feita com bom senso, pode sim ajudar o objetivo maior, que é mostrar como a leitura é legal.


INCENTIVANDO A LEITURA DE QUADRINHOS
Outro dia, conversando por telefone com o cartunista Tiburcio (da webcomic Meu Monarca Favorito), ele me contou uma ideia parecida, mas voltada à divulgação de quadrinhos. E contou sobre um movimento chamado "Atentado Cultural", que busca divulgar livros com a seguinte ideia: pessoas deixando livros em lugares onde possam ser encontrados - e lidos - por outras pessoas. Parece que essa é uma ideia que está circulando no ar, pois o Tiburcio náo conhecia a campanha do vídeo acima. Há uma certa sincronicidade acontecendo. 


No Japão, é comum que pessoas abandonem seus mangás no metrô depois de lerem, existindo até recipientes próprios para esse "descarte". Fazem isso ao invés de jogar fora, porque assim outros podem pegar e ler. É uma forma de gente comum divulgar a leitura sem depender de campanhas na mídia. Ações individuais fazendo a diferença. 


Voltando ao Tiburcio, ele postou em seu blog um texto e ilustração incentivando as pessoas a aderirem a uma campanha de incentivo à leitura, mas voltado às crianças, para criar novos leitores de quadrinhos. Vale lembrar que os quadrinhos têm se convertido cada vez mais em leitura para adultos especializados e se distanciado cada vez mais de suas bases populares. Sem crianças adorando HQs, o público não se renova. Confira no link abaixo:


Gerando novos leitores de quadrinhos (Tiburcio illustrator blog)


VOCÊ LÊ GIBI? Tempos atrás, sugeri aqui no blog uma campanha para incentivar pessoas que não leem quadrinhos a darem uma chance à nona arte. Como a intenção é relacionada com as campanhas aqui citadas, estou mostrando novamente a página que criei para divulgar a leitura de HQs. 
Incentive a leitura de quadrinhos: baixe a
página para seu computador,  anexe
em um e-mail e espalhe para seus contatos.
---------------------------------------------------------------------------


Afiliados Cursos 24 Horas - Ganhe Dinheiro com seu Site
Sistema de Afiliados - Cursos 24 Horas

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

BOLETIM EXTRA - NOVO TRAILER DE ULTRAMAN SAGA

A Tsuburaya Pro liberou mais um trailer de seu filme Ultraman Saga, mostrando que a participação das integrantes do coral de idols AKB48 será razoavelmente grande. As cenas são focadas nas garotas, com um lampejo de sensualidade, o fan service básico para os fãs idólatras dessa banda. O trailer também mostra tensão e drama, certamente uma preparação para um trailer futuro, com imagens triunfantes e mostrando mais grandiosidade. 

Ultraman Saga estreará no Japão em 24 de março de 2012, em versões 2D e 3D.



Nota:
AKB48 (e grupos derivados e correlatos) está dominando a mídia japonesa. Como a banda não tem identidade, é uma coleção de muitas idols descartáveis e substituíveis, seus produtores estão colocando elas em todo canto. Além da série animada já comentada aqui (Boletim 12), o grupo será tema de quatro séries de mangá regulares, tanto em revistas shojo quanto shonen. A moda, pelo visto, não será tão passageira. Quanto à participação delas no filme, talvez não façam feio. Bem dirigidas, podem render coadjuvantes simpáticas até. Apesar de excelente como cinema, o longa anterior Ultraman Zero não fez boa bilheteria e a Tsuburaya tem razão em querer tornar a franquia novamente relevante para o público jovem, não apenas os nostálgicos com mais de 30 anos. Só espero que a renovação seja inteligente e coerente, não apenas um caça-níqueis em cima da moda da vez. 


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 15

Da esq, p/ dir.: Haruka Shimada, Yuka Masuda, Miyazawa,
Akimoto, Ayaka Umeda, Kana Kobayashi e Sumire Satō.

Garotas do AKB48 no longa dos Ultras.
AKB48 EM ULTRAMAN SAGA

A Tsuburaya Pro. acaba de anunciar mais nomes no elenco de Ultraman Saga, o aguardado filme que promete agitar os cinemas japoneses a partir de 24 de março de 2012. O Team U, uma nova subdivisão do megagrupo pop AKB48, irá participar do filme, como um grupo de 7 garotas do EDF - Earth Defense Force. É a primeira equipe exclusivamente feminina a aparecer na franquia Ultra. A equipe principal, entretanto, será a Super GUTS, da qual são membros Shin Asuka (Ultraman Dyna) e Nozomu Taiga (Ultraman Zero). A participação delas deve ser pequena, mas o suficiente para agitar os fãs do grupo, que é assíduo frequentador das paradas de sucesso em seu país. 


Até a entrada de integrantes do AKB48, podia-se especular que a banda BREAKERZ, cujo vocalista é o ator principal, DAIGO (Nozomu), pudesse ficar com o tema do filme. Agora, surge a possibilidade do AKB48 - sucesso tanto com suas canções quanto com suas polêmicas jogadas de marketing - deixar sua marca musical no Universo Ultra. 


E se você curte Ultras e ainda não viu o teaser trailer feito para TV, divirta-se:


Site oficial: www.ultramansaga.com 

ASKA REGRAVA CLÁSSICOS EM "BOOKEND"
Em 2010, o cantor e compositor Aska (da dupla Chage and Aska) lançou um miniálbum (5 faixas) quase todo formado por regravações de grandes clássicos ocidentais, o excelente Standard (resenha aqui). Agora, as faixas de Standard voltam como parte de um álbum maior, completo, onde o astro do J-pop faz outras regravações de clássicos do ocidente, como "Love is a many splendored thing" e "What a wonderful world". O álbum se chama Bookend e será distribuído nas lojas japonesas em 7 de dezembro. 

GODZILLA (O ORIGINAL) EM DVD/ BLU-RAY NOS EUA

Em 24 de janeiro, serão lançados nos EUA pelo selo The Criterion Collection as versões em DVD e Blu-ray do clássico Godzilla, de 1954. O interessante é que tanto o original (chamado de "Gojira") quando sua versão ocidental Godzilla - King of Monsters (datado de 1956) serão distribuídos juntos. O motivo é que são praticamente dois filmes diferentes. A versão lançada nos EUA tinha cenas editadas com elenco local, tendo à frente um astro da época, Raymond BurrO trabalho, de certa forma, antecipou em décadas o que seria feito com os grupos Super Sentai para originar os Power Rangers


A arte de capa é do aclamado quadrinhista Bill Sienkiewics (do clássico Elektra Assassina).


Veja mais sobre esse lançamento aqui

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Carmen Maki - A Rainha do Rock Japonês

Alguns artistas almejam o sucesso e a fama acima de tudo, enquanto outros vivem para expressar suas ideias e sentimentos sem que o dinheiro seja o fator primordial. Alguns se mantêm dentro de uma linha e assim prosseguem por toda sua carreira. Alguns artistas vão mudando conforme o tempo passa, reflexo de suas mudanças internas ou de uma necessidade de estar sintonizado com seu tempo. 

Não há certo ou errado em arte, desde que o artista o faça com sinceridade e honestidade. Seja pela vontade de sobreviver, seja pela vontade de se comunicar e ser entendido, o que é certo é que é preciso coragem para sair de sua zona de conforto. Ou seja, coragem de ousar mesmo sob o risco de perder público, querendo formar opiniões e gostos e não ser moldado pelo gosto médio do público. 

Não fosse essa inquietude criativa, os Beatles não teriam sido o que foram. Essa mesma chama de inquietude e revolução interna marcou uma das grandes estrelas da música japonesa. 


BIOGRAFIA: 

Carmen Maki
 nasceu em 18 de maio de1951 e estourou no mercado em 1969, logo em sua estreia, com “Toki ni wa haha no nai kono you ni”, ("Às vezes me sinto como uma criança sem mãe"). Era uma canção folk com influência da sentimental música enka. Filha de pai americano e mãe japonesa, nascida como Maki Annette Lovelace, a cantora também chamava a atenção por sua beleza exótica e traços miscigenados, algo incomum na época em que apareceu. 


Com um começo mais voltado ao folk e um pouco de blues, aos poucos, foi caminhando para o rock, passou pela banda Blues Creation e fincou pé na OZ, onde se tornou uma espécie de Janis Joplin oriental. Carmen Maki and OZ difundiram o rock pelo Japão durante a década de 1970. Daí em diante, passeou pelo rock progressivo e heavy metal, onde sua voz poderosa e forte presença de palco deixaram pra trás a imagem de boneca de porcelana, ideal que molda a maioria das cantoras do cenário pop-rock japonês até hoje. Na década de 1980, começou o projeto 5X, mais voltado ao metal.

Na metade da década de 1980, afastou-se do cenário musical repentinamente para cuidar de um problema de saúde (e os japoneses são muito reservados quanto a isso), voltando modestamente quase 10 anos depois. Ainda está em atividade, mas somente seus fãs mais fieis se importam. Fica aqui o registro sobre o trabalho de uma das grandes intérpretes da música japonesa. 


DUAS FASES DISTINTAS 

Primeiro, a melancólica e poética canção folk "Toki ni wa haha no nai kono you ni", que a lançou ao estrelato com apenas 18 anos, ainda assinando como Karumen Maki.


Curiosidade: Esta canção teve uma versão em português chamada "Canção para um ser só", da cantora Bubby, em 1974. A preciosidade, cantada com grande talento, pode ser conferida aqui. 

Agora, toda a força de sua voz com "Watashi wa Kaze" ("Eu sou o vento", de 1975), grande sucesso com a banda OZ. A apresentação é visceral, intensa e mostra uma intérprete totalmente dedicada à sua arte. Comparando os dois vídeos, dá a impressão de que são duas pessoas diferentes. 



Site oficial: www.carmenmaki.com


Nota do autor: Quando era adolescente, descobri o compacto original em vinil de "Toki ni wa...", que minha mãe havia ganho de presente (capa ao lado) anos antes. A melodia grudou na minha memória. 

Quando estive no Japão, em 2008, encontrei uma coletânea de Carmen Maki que cobria sua fase inicial de carreira. Depois é que fui descobrir, ao ganhar um CD ao vivo, que ela era uma roqueira de muita qualidade. 

Quem me conhece sabe que não curto muito nem heavy metal e nem rock progressivo, gosto de um rock mais simples e alegre. Mas admiro muito o trabalho de Carmen Maki e resolvi fazer um registro aqui no Sushi POP. Esta é uma das vantagens deste blog ser eclético e abrangente: me permitir mostrar a muitas pessoas o trabalho de uma artista hoje quase esquecida, mas que foi possivelmente a primeira grande estrela do rock no Japão. E conhecer isso faz parte do entendimento sobre a cultura pop japonesa, que vai muito além de mangá, animê, bandas poser e cosplay.

domingo, 13 de novembro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 14



NOVA PATRULHA ESTELAR 2199
Uma nova série de TV do Encouraçado Espacial Yamato (Uchuu Senkan Yamato) irá estrear no Japão em 7 de abril de 2012. Um especial irá combinar os dois primeiros episódios na forma de um média-metragem de 50 minutos a ser exibido em 10 cinemas japoneses, como parte da campanha de divulgação.

A julgar pelo título - 
Uchuu Senkan Yamato 2199 - trata-se de um remake da série original, que se passa nessa data. A produção está sendo coordenada por Shoji Nishizaki, filho de Yoshinobu Nishizaki, o falecido produtor e coautor original da saga. Infelizmente, a briga judicial com o outro coautor (e roteirista/designer de fato), o mestre do mangá Leiji Matsumoto, acabou por afastar o veterano mangaká de qualquer coisa relacionada com a franquia. Na equipe de criação, design mecânico de Yutaka Izubuchi (Patlabor, Gundam, Changeman) e design de personagens de Nobuteru Yuuki (Record of Lodoss War, Escaflowne). Apesar de serem nomes respeitados, estão mais atualizando o trabalho original de Matsumoto ao invés de oferecer uma visão pessoal.

P
arece que será mantido o trabalho de Hiroshi Miyagawa na trilha sonora. Talvez com novos arranjos, mas é impossível imaginar o Yamato sem os temas de Miyagawa, um dos grandes responsáveis pelo sucesso da saga. De qualquer forma, o material promete.  

Fontes:
Anime News Network, Maximum Cosmo


GOKAIGER VS GAVAN - TEASER TRAILER
Saiu o teaser trailer do filme Gokaiger vs Gavan, que vai reunir os piratas espaciais com o primeiro Policial do Espaço e primeiro Metal Hero. Inicialmente, pensava-se que seria um especial em DVD, mas parece que é para cinema mesmo, com data de estreia para 21 de janeiro de 2012. Curta o trailer antes que tirem do ar.




DAIGO será Nozomu Taiga,
nova identidade humana
de Ultraman Zero.

A NOVA IDENTIDADE HUMANA DE ULTRAMAN ZERO

Foi revelado o ator principal do longa Ultraman Saga, a ser lançado em março de 2012. É DAIGO, cantor e compositor da banda de rock BREAKERZ. Ele será Nozomu Taiga, piloto do esquadrão Super GUTS e novo hospedeiro humano do poderoso Ultraman Zero. A equipe é a mesma de Shin Asuka (o ator Takeshi Tsuruno), o Ultraman Dyna. Ambos dividirão os holofotes também com Taiyou Sugiura, o Musashi, alterego de Ultraman Cosmos. A voz de Zero transformado será novamente do dublador Mamoru Miyano, que até se especulava que finalmente assumiria a identidade humana do herói, coisa que já fez em apresentações ao vivo. 


No filme anterior, Ultraman Zero The Movie, o filho de Ultraseven toma o corpo do jovem Ran (o ator Yu Koyanagi) e o usa como hospedeiro. Ao se separarem, Ran nada lembrava. Agora, com sua simbiose com Taiga, Zero terá problemas, pois não conseguirá sobrepor a mente do jovem. Zero e Taiga serão duas consciências em conflito, dividindo o mesmo corpo. Se com Ran a combinação foi semelhante ao caso de simbiose do primeiro Ultraman com Hayata (saiba mais aqui), ter o rebelde Taiga como hospedeiro dará a Zero uma experiência semelhante à de Ultraman Jack ao se unir a Hideki Goh na série clássica O Regresso de Ultraman. Goh se tornou a mente dominante, que tanto deu mais humanidade ao herói, quanto lhe causou sérios problemas.


Voltando a Ultraman Saga, depois de duas aventuras bastante arrojadas e que se distanciavam dos clichês da franquia, indo para um caminho mais voltado aos épicos interplanetários, a Tsuburaya puxa o freio de mão e volta às fórmulas e estruturas mais simples, compensando com um mergulho na cronologia e nostalgia. Ainda é cedo dizer, mas o filme parece ter uma produção inferior aos dois anteriores, que elevaram o tokusatsu a outro patamar. Aguarde, mais para a frente, um artigo sobre o quê esperar desse filme, sob a perspectiva das informações oficiais. 



NOTINHAS RÁPIDAS:



- O livro Elementos do Estilo Mangá (que teve resenha aqui) vai ganhar versão em inglês, com mais conteúdo que sua versão original, além de uma nova capa. De autoria de João Henrique LopesElements of Manga Style deve ser lançado em breve para leitores de língua inglesa. O trabalho original foi indicado ao Troféu HQ Mix 2011, na categoria Melhor Livro Teórico. Fonte: Universo HQ


- Fiquei sabendo, via Twitter, de um novo projeto com personagens nacionais e inspiração oriental. É a série MegaSônicos, cujo site oficial estreia em 18 de novembro. Confira: www.megasonicos.com.br


- Depois de tanto fazer caricaturas para outros, fui caricaturado para virar figurante numa HQ. É parte de uma campanha de divulgação da HQ on-line Meu Monarca Favorito (que eu adoro), do grande Tiburcio. Olha como eu fiquei e veja como participar também clicando aqui.

domingo, 6 de novembro de 2011

BOLETIM SUSHI POP - 13


ULTRAMAN - O SHOW
Conforme noticiado no Boletim 11, no dia 3 de dezembro vai acontecer no Japão um grandioso concerto musical em homenagem aos 45 anos das séries Ultra. Recentemente, saiu o cartaz oficial de divulgação, que destaca a presença dos atores veteranos Susumu Kurobe (Hayata/ Ultraman), Koji Moritsugu (Dan Moroboshi/ Ultraseven), Jiro Dan (Hideki Goh/ Ultraman Jack), Keiji Takamine (Seiji Hokuto/ Ultraman Ace) e Ryu Manatsu (Gen Ootori/ Ultraman Leo). O show, que terá como destaques o grande Isao Sasaki, Takeshi Tsuruno e o excelente Voyager, ainda será abrilhantado pelo já veterano das anime songsTatsuya Maeda. Originalmente, Jiro Dan e Ryu Manatsu cantaram os temas de abertura das suas respectivas séries. Não se sabe se eles irão cantar ao vivo essas canções, pois nenhum deles seguiu carreira como cantor, mas nunca se sabe. A certeza é que o show deve ser antológico.

ULTRAMAN SAGA - VETERANOS EM AÇÃO

Os citados atores veteranos estarão presentes no longa Ultraman Saga, a ser lançado no Japão em 24 de março de 2012. Depois de anunciar sua aposentadoria como Hayata umas duas ou três vezes, Susumu Kurobe mostra que ainda esbanja carisma. De todas as grandes franquias de tokusatsu, a dos Ultras é a que mostra maior reverência ao passado, acertando cronologias, resgatando personagens e tratando seus atores clássicos como um patrimônio da empresa. Mas deverão ser participações pequenas, pelo que tem sido divulgado.

Da esq. p/ dir.: Seiji Hokuto (Ace), Hayata (Ultraman),
Dan Moroboshi (Ultraseven), Hideki Goh (Jack)
e Gen Ootori (Leo). Heróis eternos.


A VOLTA DO MANGÁ NACIONAL PATRE PRIMORDIUM
O mangá nacional Patre Primordium, de Ana Recalde (roteiro) e Fred Hildebrand (arte) teve 4 edições independentes lançadas em 2009. Agora, o título irá voltar como webcomic e os autores prepararam uma HQ curta para reapresentar a série. Confira:


Em breve, mais novidades sobre Patre Primordium.



SITE DA BANDA AKB48 CONVIDA FÃS A "TEREM FILHOS" COM AS CANTORAS
A criatividade dos empresários que trabalham com o grupo AKB48 não para de surpreender. A nova campanha de marketing convida os fãs a terem filhos com as integrantes. Tudo virtualmente, através do site do grupo. Por uma taxa, fãs podem ter acesso a um sistema que irá mesclar sua foto com a foto da cantora escolhida, sintetizando como seria a foto de um bebê que eles, hipoteticamente, teriam.

Depois de deixar as integrantes seminuas em vídeos e livros com lingeries, ensaios sensuais (incluindo as menores de idade), depois de lançar todo tipo de artifício para produzir eventos midiáticos, agora surge esse serviço. A campanha é, obviamente, direcionada a gente que provavelmente jamais fará filhos com alguma mulher. Do jeito como anda, ainda vão leiloar a virgindade de alguma integrante. No campo musical, continuam colecionando recordes de vendagem, mas a ideia é faturar ao máximo com esse coral de modelos facilmente substituíveis.



Sinceramente, não gosto da música delas e somente posto esse tipo de coisa para chamar a atenção sobre como o mundo pop japonês chega a ser doentio em alguns casos.
Fonte: JEFusion






UMAS PALAVRINHAS...
-- Obviamente, o vasto mundo J-Pop não é feito só de idols descartáveis e golpes publicitários. Se procura um som consistente e autoral pra variar seu cardápio musical, recomendo que procure trabalhos de Shikao Suga, Angela Aki, Scandal, Fumiya Fujii, Chage and Aska, Mr. Children, My Little Lover, Yui, Do As Infinity e Dreams Come True, só pra citar alguns. 


-- Nos últimos dias, a comunidade de quadrinhistas no Twitter se viu debatendo novamente uma proposta de lei para criar cotas de mercado para histórias em quadrinhos brasileiras. A ideia do projeto é obrigar editoras de quadrinhos a publicar autores nacionais. Eu me posiciono contra essa proposta. Acho que resumi bem o que penso sobre o assunto no Twitter e, como lá a informação é muito efêmera, reproduzo aqui minhas palavras abaixo.  E quando for oportuno, comento melhor o assunto.
"Só pra registrar minha opinião sobre cotas de mercado pra HQ nacional: Sou contra cotas, a favor de incentivos fiscais. Se editoras forem obrigadas a publicar autor nacional, vão pagar mixaria, conseguir autores que não vão cumprir prazo e depois alegar que HQ nacional não vende e não há profissionais. Cotas, não. Incentivos fiscais, sim. Produzir sem obrigação de vender porque o governo cobre é o fim. Todo país tem o direito de defender sua mão de obra local, mas transformar isso em acomodação pode ferrar o mercado a longo prazo." 


-- De 10 a 15 de dezembro, acontece em Ilha Solteira (SP), onde moro desde o final de 2009, minha exposição Profissão: Desenhista, na Casa da Cultura do município. O foco maior será no meu trabalho mais consistente, que é o de HQs institucionais e educativas, com notas explicativas sobre bastidores e produção. Depois conto mais sobre essa exposição. Até a próxima.